30/03/2015

Sobre a mudança - Parte 1


"Mudar é bom" Já dizia Rafiki



Fonte


Fui uma pessoa que estudou em muitas escolas, teve muitos empregos e alguns namorados, me pergunto se tenho dificuldade em "amarrar meu burro". Não posso ficar muito tempo fazendo uma coisa só, parece que me acomodo, me acostumo e quando percebo isso pronto! Tenho crise existencial do tamanho do mundo, me dá uns "5 minutos" e tenho que mudar tudo.


As 4 escolas não foram minha opção, meus pais que foram se adaptando aos valores e a localização de cada uma e eu fui saltando de galho em galho. Eu gostei, como consequência me adapto bem em ambientes desconhecidos. Outra consequência é que tenho apenas uma amizade da época de escola, mas isso só porque ela fez cursinho comigo e depois foi para a mesma faculdade. Como tudo há prós e contras.

Hoje com meus 28 anos e pouco continuo com esse fanikito de não me acomodar nas coisas, quer dizer, no quesito namorado eu até que fui mais tranquila... Namorei 7 anos e casei. Ufa! Pelo menos isso. Mas no restante, parece que não aguento viver do mesmo jeito por muito tempo. Parece que a vida não anda se você passa 10 anos trabalhando na mesma empresa. Tenho que inventar uma atividade diferente, uma aula de yoga, curso novo, nem que seja um curso online de origami havaiano. Se não, parece que eu parei e eu adoro me mexer!

O que está para acontecer este ano é mais uma das minhas mudanças doidas ou nem tão doida assim já que eu estou planejando há algum tempo. Prós? Estou tentando ter uma vida melhor, mais confortável, mais tranquila, viver na ponta do lápis não é para mim. Contras? Alguns sonhos serão adiados, como o de ter um filho cedo, se eu conseguir engravidar antes dos 30 ainda estou dentro do sonho, vai! Mas calma filho, é por um bom motivo!


12 comentários:
  1. De uns tempo para cá tenho pensando muito dessa forma, não aguento mais fica fazendo só a mesma coisa sempre sabe, esse esta sendo de mudanças para mim, parece que o destino esta conspirando ao meu favor. Quando eu vejo que estou me acomodando eu tento pensar em um plano B para mudar isso

    www.garotadosuburbio.com

    ResponderExcluir
  2. Rafiki <3
    Também sou assim. Digo, se percebo que estou na mesma há muito tempo jog tudo pro alto e mudo totalmente, começo do zero. As vezes ajo de forma impulsiva demais. Larguei uma faculdade numa dessas, nunca consegui manter um namoro por mais de seis meses e já descartei várias pessoas (amizades msm) que ficaram muito machucadas com isso. Sou muito inconstante, mas é quem eu sou. E quanto mais rápido aceitar isso, melhor vai ficar pra mim. Vejo que seu caso é o mesmo. Ou pelo menos parecido.
    Minha mãe me teve bem cedo, com 26. Eu não penso em engravidar é nunca, imagine então antes dos 30! kkkkk

    ResponderExcluir
  3. Oi Ju, tudo bem? :)

    Coo você mesma disse; mudança tem seu lado bom e ruim. Ao mesmo tempo que é bom se tranquilizar também é bom não se acostumar com algo e achar que "se acostumar" de repente virou sinônimo de "estar feliz", sabe?

    Confesso que esse ano estou tentando ser mais como você, me mexer, mudar e aceitar as mudanças bem melhor do que tenho feito normalmente. E realmente acredito que quando é sua decisão mudar ou não, você encara com muito mais calma e por isso, se é o que quer, totalmente apoio - mesmo que meu voto não seja lá tão importante! kkk'

    Beijos! ;*
    ||Letras Eternas||

    ResponderExcluir
  4. "eu prefiro ser essa metamorfose ambulante" é pra você né? rsrs
    eu diria que sou bem acomodada (o que é uma vergonha mas ok, estou sendo sincera)
    acho muito legal quem gosta de fazer mudanças... espero que tudo ocorra como você deseja

    faz tempo que nao venho aqui... ate nem tinha visto a mudança no lay... ta lindo
    beijos

    http://www.biancagsnunes.com/

    ResponderExcluir
  5. Mudar faz bem, experimentar coisas e sensações novas.
    Espero que dê tudo certo pra você e que mesmo adiando alguns sonhos, eles se realizem quando você menos esperar.

    Amei a cara nova do Blog!

    Desculpe não ter passado aqui no Blog por esses dias, estava em viagem, mas agora voltei.
    Beijos,
    www.vodkaescarpin.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ao contrário de você, eu morro de medo de mudança, e só mudo se for muito essencial. Talvez isso seja um pouco ruim, né?! Não sei direito. :(
    Amei o texto, você escreve muitoo bem.
    http://corujasemasas.blogspot.com.br/
    Beijos. <3

    ResponderExcluir
  7. fiz toda uma postagem aqui e tudo foi apagado --' enfim... vamo lá:

    AI JU, me abraça! Eu sou igualzinha a você, então muito te entendo.

    Não troquei diversas vezes de escola porque tenho uma mãe que é o total oposto de mim. Enquanto eu clamo por mudanças, ela tem medo até de cortar o cabelo e ficar de um jeito diferente do habitual. Isso implica não ter me feito mudar de cidade como gostaria também. Enfim... muitas experiências que suplicava pra ter e não tive porque não me competia na época.

    Mas me diz... que mudança é essa que vai adiar teu sonho de ter um filho? estou curiosa. Aliás, eu sou HAHAH

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, Ju.
    Sou como você: também prefiro muitas mudanças, parece que assim a vida se movimenta. Tudo que é igual por muito tempo acaba caindo na rotina e incomoda.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de março. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  9. Juju, até que não mudei muito de escola, mas de namorados...
    Hahahahahahahahahaha.
    Tive oito e agora estou noiva. Chega de aumentar minha lista, haha.
    Mas eu sou que nem você, não aguento tudo igual por muito tempo. Acho que por isso escolhi o jornalismo. A chance de um dia e uma pauta ser igual a outra é quase mínima.
    Mudar é bom, como dizia Rafiki, hehe.
    :)

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  10. Ju,
    Mudei de escola apenas uma vez,e literalmente fiz isso com a cara e com a coragem rs
    Eu já tive muito receio em relação a mudanças mais atualmente tenho visto(e aprendido) como algo bom para mim!

    Páginas em Preto

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Eu adoro pessoas como você, que encaram a mudança apesar de tudo.
    São sempre as mais bem sucedidas e felizes... Eu, infelizmente, sempre fui acomodada demais, até decidir ter minha filha e minha vida ficar mil vezes melhor.
    Aí pensei: porque não quis mudar antes?

    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
  12. Não gosto de mudanças num primeiro momento... Fico irritadiça, inquieta, inconformada... Mas me adapto tão rapidamente que depois nem me lembro por que fiquei tão brava. hahahaha.
    Quanto ao filho, se a mudança também for para proporcionar um pouquinho de conforto a ele... não há problema em esperar. Eu também queria ser mãe antes dos 30 (fui aos 31) e meu limite para o segundo seria aos 35... Foi quando descobri (pouco antes de completar 36) que estava esperando o terceiro!!! O.O
    Às vezes a vida nos mostra quando as coisas devem acontecer... hahahahaha

    Adorei teu blog e a entrevista que deu no blog da Hellz, vou virar fã, me aguarde!

    Um beijo.

    http://momentosdelucidezenemtanto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Me conte suas besteiras também!!

Ou conte coisas sérias... ou deixe sua receita de bolo de chocolate ou faça uma piada.. aqui o espaço é seu!! Use com amor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...