26/04/2013

Viu, faz o que da vida?


Boa Noitê!
Meninas e meninos, estou super animada com o “Viu, faz o que da vida?” estou conversando com várias pessoas que estão aceitando participar da mini entrevista, EBA!

Algumas pessoas já me deram sugestões de profissões, se você também quiser dar a sua, pode colocar aqui nos comentários mesmo, ou no face.
Hoje o post é com uma advogada, que não vou poder falar nem o nome, ela mesma quem pediu (coisa de advogado, apesar “dique” dá para suspeitar, né?), mas achei que ficou bem legal, espero que também gostem!


ADVOGADO


Fonte:http://portoalegre.olx.com.br

1 – O que você estudou?
Sou formada em direito desde 2002 e a área em que eu me especializei foi a área previdenciária, que cuida de aposentadorias (INSS). Esse curso te dá a opção de escolher diversos caminhos. Você pode ser um advogado trabalhista, criminal, cível ( que cuida dos problemas dos direitos família – herança, divórcio, além de outros direitos como dano moral e material), tributarista (cuida de impostos), empresarial, ambiental, entre outros.

2- Com que você trabalha?
Desde que me formei trabalho em escritórios de advocacia previdenciária, mas durante a faculdade estagiei na justiça do trabalho, onde fazia atendimento no balcão, atendendo advogados, buscando processos e tudo mais que fosse necessário.

A área previdenciária é muito gostosa, pessoas com problemas para se aposentar, para receber pensão por morte do companheiro(a) ou para conseguir um auxílio-doença, por exemplo, às vezes precisam recorrer a um advogado, pois sozinhas não conseguem provar para o INSS que tem o direito a receber tais benefícios. Meu trabalho é defender este cliente, fazendo valer a lei.
3- O que há de útil e interessante em ser uma advogada previdenciária?

Nem sempre a constituição federal e a lei previdenciária são respeitadas, por isso me sinto feliz e útil em poder ajudar as pessoas receberem aquilo que tem direito.
Realizar audiências é sempre interessante, por mais que eu acredite no caso que estou defendendo, nunca sei como as coisas vão acontecer, o que o juiz vai perguntar ou como a testemunha irá responder. Por fim quando conseguimos resolver o problema e ganhar a causa para o cliente, a alegria é muito grande.

4- No seu trabalho existem coisas chatas ou que você não gosta de fazer?
Na verdade gosto de fazer tudo, de ir no INSS, de realizar audiências, fazer as petições, tudo. Porém o que me chateia um pouco é quando o cliente chega ao meu escritório com uma opinião formada e não confia naquilo que estou falando. Existem pessoas que procuram 10 advogados, até achar um que fale aquilo que ele quer ouvir, o que é um grande erro, pois infelizmente alguns (poucos)  advogados se preocupam apenas em arrancar dinheiro das pessoas.

5- Se você não fosse advogada, o que gostaria de ser?
Escritora e professora, pois gosto muito de ler e de estudar. Aliás, ainda pretendo ser professora e dar aula para alunos de direito.Também quero cursar outra faculdade, de filosofia.

6- Suas considerações finais
Se você quer ser um advogado, você precisa gostar de ler e estudar, é um ramo que te exige isso, você precisa saber quais são as leis para que assim você possa defender o seu cliente e seus direitos.
Outra coisa importante é que para ser um advogado, não basta cursar a faculdade (que é de 5 anos), no final é necessário realizar a prova da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), é uma prova realmente, onde você vai provar que conhece o bastante para poder atuar como advogado. A prova é dividida em duas fases. A primeira é múltipla escolha, se passar você faz a segunda, que é chamada de peça, onde você recebe um caso fictício e deve escrever a peça correta para o caso, por exemplo, se é um caso de um crime que cabe o pedido de habeas corpus, você deve escrever esse pedido como se fosse mandar para o juiz.

Espero que vocês tenham gostado de saber um pouco sobre como me sinto advogando, e que tenham esclarecido um pouco das dúvidas sobre o curso de direito.


15 comentários:
  1. Advogacia é bem interessante, mas não é minha praia, haha
    bjo pra ti

    maniadebruna.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Advocacia é bom, mas não tenho paciência...
    Alguns julgamentos duram semanas... O.O
    Bjo, Sel ;*

    Jovens GordinhasUnicórnio com BigodeNerd Descolada

    ResponderExcluir
  3. Olá amiga
    Seu blog é show, gostei da simplicidade dele e de uma serena bem legal de se seguir e isso já estou fazendo
    Quanto a postagem, muito interessante e oportuna essa mini entrevista, parabéns

    Beijins
    Trocyn Bão - Carol

    www.riosul2012.com

    ResponderExcluir
  4. Que tag maneira Ju, já fez sobre Jornalismo? Adoraria saber como é ;D
    Bjs
    http://www.influenciada.com/

    ResponderExcluir
  5. O universo conspirando ao seu favor, tomara que mais gente aceite! Eu já pensei em virar advogada, só que parei e pensei: é uma carreira bonita, mas tão estressante ... então agora vivo pensando no que fazer da vida ...

    Beijo,
    http://paraisodemenina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Adooorei, eu já quis ser advogada mas coisa de um dia mesmo, eu pretendo ser psicologa.

    peequenadiva.blogspot.com.br
    beso beso

    ResponderExcluir
  7. Oii, gostei muito da ideia dos posts! Direito já me passou pela cabeça uma vez, mas eu desisti. Vi que não era minha praia.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Adorei a entrevista.
    Direito é uma área incrível. Se ela realmente fizer filosofia, vai se identificar muito também.

    Aproveito para avisar que a pesquisa sobre o leitor está aberta, será um prazer se respondê-la.
    Beijos
    Pâmela Rodrigues
    Responda nossa pesquisa sobre o perfil do leitor:
    Pesquisa sobre o Leitor
    Blog: Liste & Realize

    ResponderExcluir
  9. Oii passando pra conhecer seu blog e seguir. Achei muito interessante você ser formada em Direito.
    Bjs, Bruna.
    moranguinhuemake.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Ju.
    Adorei a entrevista, foi útil pra mim, dá pra ver que ela é bem bem apaixonada pelo que faz né? DISAOHDOIHSAOD
    vou mandar pra uma amiga, que quer fazer direito *-* bjs

    ResponderExcluir
  11. já pensei em cursar direito, mas acho que não dar não

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. tu ja fez de arquiteto e engenheiro??? owwn faz deles please mas me mand por favoorr, gostei desse mas direito num é cmg ahushas
    lamourmonage.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Nossa amei este post,poderia continuar a ideia consultando outros empregos e formações e etc. rsrsr adoraria saber.
    Ajuda bastante a saber o que queremos.
    Gostei de advocacia,mas sou apaixonada por números quero mesmo fazer engenharia civil ^^.
    Um mega bj.
    Tamires C.

    ResponderExcluir
  14. Ju, você é uma blogueira e tanto, sabia!
    Fiquei muito feliz em saber que gostou do meu post. Não. Não pretendo abandonar o blog! rs..
    Estou conhecendo o EJA agora, e confesso que a união com a Educação Especial caiu-me como uma luva. Estou adorando! Espero poder postar com mais frequência minha experiência ^^

    "O que faz da vida.." ai aii..
    Minha irmã é advogada e conheço de perto os prós e contras da escolha. Muito legal ler desta forma. Aliás, adorei a resposta dela se não fosse advogada: professora (e escritora). Oba oba! Perdemos uma ótima professora/escritora; mas uma advogada :D

    Beijos e uma linda semana, Lu ♥
    http://luizando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Me conte suas besteiras também!!

Ou conte coisas sérias... ou deixe sua receita de bolo de chocolate ou faça uma piada.. aqui o espaço é seu!! Use com amor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...